O Pecado NÃO Destrói!!!

Quando falei isso para uma pessoa que estava vivendo no pecado percebi um sorriso no rosto dela, mas aí vem toda a verdade: O pecado não destrói, o que destrói e mata, é aquilo que o pecado atrai para a vida do pecador, a angustia, a tristeza, a solidão, a amargura, o desprezo, o sentimento de rejeição, o medo, a vergonha… e por consequência disso tudo vem a depressão, o complexo de inferioridade e a morte espiritual.

Como diz as Sagradas Escrituras: “Então, a cobiça depois de haver concebido, dá à luz o pecado; e o pecado, uma vez consumado, gera a morte.” (Tg 1.15) Ou seja, o pecado é bom, é prazeroso, ainda que momentâneo, produz satisfação e prazer. Se o pecado destruísse quem o comete seria destruído no ato do pecado, a destruição vem depois, com o tempo, por isso existem aqueles que chegam a dizer:  “há, eu fiz e não me aconteceu nada!” É bem verdade que alguns são destruídos num espaço curto de tempo, outros demora um pouco mais, mas se não houver arrependimento e abandono do pecado, a destruição é certa!

Veja o caso de Ananias e Safira, eles mentiram ao Espírito Santo, tinham uma propriedade para vender e fizeram um voto com Deus que dariam parte da mesma como oferta, venderam a propriedade, mas não cumpriram o voto. “Entretanto, certo homem, chamado Ananias, com sua mulher Safira, vendeu uma propriedade, mas, em acordo com sua mulher, reteve parte do preço e, levando o restante, depositou-o aos pés dos apóstolos. Então, disse Pedro: Ananias, por que encheu Satanás teu coração, para que mentisses ao Espírito Santo, reservando parte do valor do campo? Conservando-o, porventura, não seria teu? E, vendido, não estaria em teu poder? Como, pois, assentaste no coração este desígnio? Não mentiste aos homens, mas a Deus. Ouvindo estas palavras, Ananias caiu e expirou, sobrevindo grande temor a todos os ouvintes.” (At 5.1,2,3,4) 

Analise sua vida e veja se está de acordo com a vontade de Deus, se não está, tome a decisão de agora mesmo se concertar com Ele confessando seus pecados e abandonado-os para ter uma vida nova, cheia de paz, de alegria, e o mais importante, ter certeza da sua salvação eterna. Disse Deus: “Eu, eu mesmo, sou o que apago as tuas transgressões por amor de mim, e dos teus pecados não me lembro.” (Is 43.25)

Deus os abençoe sempre,

Pr. MárioPassos

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *