4 atitudes que o cristão não deve ter

4 atitudes que o cristão não deve ter:

Saiba se você age dessa maneira e por que precisa mudar o seu comportamento

A man is business suit reading the Bible could be a preacher

Frequentar as reuniões da Igreja é muito importante. Todavia, tão importante quanto isso é praticar nas ruas o que é ensinado dentro da igreja.

Muitas pessoas, por diversos motivos, esquecem-se de refletir sobre os seus atos e têm atitudes que não condizem com o exemplo dado pelo Senhor Jesus.

Por isso, listei 4 hábitos que muitos têm, mas que devem ser eliminados se a pessoa quer realmente ser uma seguidora de Cristo. Veja abaixo:

1- Manter a fé passiva

A fé é provada em atos. Aquele que não pratica o que lê no Evangelho não está mantendo a sua fé viva. A Bíblia questiona: “Meus irmãos, que aproveita se alguém disser que tem fé, e não tiver as obras? Porventura a fé pode salvá-lo?

E responde: “Porque, assim como o corpo sem o espírito está morto, assim também a fé sem obras é morta.” Tiago 2.14 e 26

Isso significa que todos os seus atos devem ser pensados no exemplo de Jesus.  “A crença exige a prática. Se não há prática da vontade (Palavra) de Deus, então não há crença.”

2- Brigar indiretamente

Muitos não chegam “às vias de fato”, não xingam o outro, mas, ainda assim, envolvem-se em brigas. Exemplo disso são as indiretas enviadas pelas redes sociais: “Sua inveja faz meu brilho”; “#ficaadica”; etc.

O sentimento que impulsiona reações como essas atinge não apenas quem “veste a carapuça”, mas principalmente você mesmo.

Paulo recomenda aos colossenses: “Revesti-vos, pois, como eleitos de Deus, santos e amados, de entranhas de misericórdia, de benignidade, humildade, mansidão, longanimidade; Suportando-vos uns aos outros, e perdoando-vos uns aos outros, se alguém tiver queixa contra outro; assim como Cristo vos perdoou, assim fazei vós também.” Colossenses 3.12,13

Será que alguém que manda “beijo para as recalcadas” perdoou e está revestido de mansidão e humildade?

3- Julgar-se superior

Volta e meia vemos um cristão criticar a denominação de outro cristão; ou falar mal de pessoas que não são cristãs. No entanto, quando fazem isso, estão se esquecendo do que a Bíblia diz: “É porventura Deus somente dos judeus? E não o é também dos gentios? Também dos gentios, certamente.” Romanos 3.29

Deus concede a Salvação para quem a conquista. No entanto, a mesma oportunidade de conquistá-la tem quem nasceu filho de Israel ou quem nasceu gentio. Ele é o Deus Único, que não faz acepção de pessoas por suas origens, mas por seus atos.

Vestir-se de orgulho e arrogância e criticar o outro, ao invés de apresentar-lhe a Palavra de Deus, é desperdiçar uma oportunidade concedida por Ele. Pior do que isso, é abrir caminho para outros erros.

O orgulho é a fonte de todos os pecados” “Ele aparece nos lugares mais insuspeitos. Muitos conhecimentos podem tornar uma pessoa orgulhosa, e ainda a ignorância também pode ser a fonte de orgulho para outra pessoa. Não há pecado ou erro humano que possa ser pior ou mais nocivo.”

4- Ser cristão da porta para dentro

Você é a mesma pessoa dentro da igreja e dentro de casa? E fora de casa, no trânsito, na fila do banco? O seu relacionamento com a família, amigos e a sociedade em geral é que mostrará se você segue o que é ensinado na Bíblia.

Quando a pessoa compra produtos piratas, por exemplo, está compactuando com um crime. E quando espalha fofocas?

“Aqueles crentes mentirosos, aqueles crentes que adulteram, aqueles crentes que vivem no roubo e na prostituição, na corrupção, na mentira, que dão os seus jeitinhos brasileiros para tentar prevalecer sobre os mais fracos” são crentes porque creem, mas não são cristãos, pois não seguem o exemplo de Cristo.

Jesus avisou: “Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas, pois que sois semelhantes aos sepulcros caiados, que por fora realmente parecem formosos, mas interiormente estão cheios de ossos de mortos e de toda a imundícia.” Mateus 23.27

“O que acontece se o embaixador desobedece a ordem de seu governante? Imediatamente é removido de sua autoridade e outro assume a sua posição. O mesmo se dá em relação aos que contrariam a vontade de Deus, são considerados rebeldes e, imediatamente, removidos”.

Deus os abençoe sempre, Pastor Mário Passos.

Esse artigo lhe ajudou de alguma forma? Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *