5 dicas de relacionamento que todo homem deveria praticar com a parceira

5 dicas de relacionamento que todo homem deveria praticar com a parceira

TEMPO DE LEITURA: 5 MINUTOS

dicas de relacionamento

Algumas vezes, ter sucesso em um relacionamento é mais complicado do que acertar o gol na “pelada com os amigos”. Os homens de plantão consideram a cabeça feminina bastante complicada. Outros acham que elas são muito exigentes! Mas será que estamos tomando as atitudes corretas? Conseguimos encantar a nossa parceira do jeito que ela sempre sonhou?

Calma, amigo! A ideia aqui não é transformá-lo em um homem perfeito, mas você sabia que as mulheres procuram alguns pré-requisitos que todos os homens deveriam ter para agradá-las? Não estamos falando de carros luxuosos, dinheiro e fama, mas, sim, de carinho, fidelidade e comportamento.

O homem que consegue identificar aquilo que sua parceira deseja irá ter mais sucessos em seu relacionamento. Se ela mudar as atitudes com você no dia a dia, sendo mais atenciosa e prestativa, não há dúvidas: você está no caminho certo. Então, que tal descobrir dicas de relacionamento que todo homem deve conhecer?

O homem que consegue controlar a ansiedade e a insegurança têm resultados melhores no relacionamento

dicas de relacionamento

Antes de conhecer as dicas, é necessário entender dois detalhes que consideramos muito importantes. O primeiro é em relação a ansiedade. Não adianta seguir uma série de dicas se não souber controlá-la. Ela pode acabar atrapalhando o seu relacionamento. Isso não é um exagero! Saber respeitar o momento e a individualidade da sua parceira é o primeiro passo para agradá-la. A regra vale tanto para as mulheres que têm um perfil mais durona e aquelas que são mais carinhosas.

O segundo detalhe é a insegurança. Ela não é bem-vinda. Pelo contrário,  atrapalha vários relacionamentos. Parceiras gostam de homens confiantes e que têm certeza daquilo que estão fazendo. Atitudes forçadas podem atrapalhar tudo que você planejou, portanto, ao ler as nossas dicas, faça uma reflexão sobre elas e tente descobrir como pode aproveitá-las da melhor forma em seu relacionamento.

#1- Converse com a sua parceira  

melhores dicas de relacionamento

Uma das dicas de relacionamento que todo homem deve conhecer é a capacidade de conversar com a sua parceira, pois um bom diálogo ajuda a resolver diversos problemas no relacionamento. No entanto, isso não deve ser feito com gritarias ou grosserias. É necessário manter a calma para encontrar a melhor solução. Para isso, procure conversar pessoalmente. Outros meios de comunicação como redes sociais e o Whatsapp não são as melhores opções para conversar com a parceira, pois não é possível perceber a cumplicidade sem o contato físico

#2 – Elogie, elogie e elogie

dicas de relacionamento

Ao contrário do que a maioria dos homens imagina, um elogio pode fazer muita diferença em um relacionamento. Se você resolveu investir nesta parceira é porque percebeu que a ela tem diversas qualidades, portanto, demonstre para ela o quanto você a admira. Tente fazer isso várias vezes e não foque em apenas uma qualidade.

Essa é uma das características que elas mais buscam e é uma das dicas de relacionamento que todo homem deve conhecer. Em função da correria do dia a dia, muitos não costumas reparar nas parceiras, fazendo com que elas fiquem inseguras com o relacionamento. Portanto, para deixar a chama acessa, não se esqueça: elogie!

#3 – Dê a atenção que ela precisa

dicas de relacionamento

As diversas reuniões da empresa, o futebol com os amigos e a partida do seu time do coração são atividades que ocupam muito o seu dia. Porém, elas não podem servir como justificativas para você se esquecer de dar carinho e atenção para a sua mulher.

O carinho deve ser redobrado quando é o período de TPM. Cada mulher vive esses dias de uma forma. Não basta dá um simples chocolate para que a calma volte ao lar. Às vezes, tudo que ela precisa é de um abraço.

#4 – Apoie os projetos dela

dicas de relacionamento

Assim como você, as mulheres têm vários sonhos. Então, uma das dicas de relacionamento que todo homem deve conhecer é apoiá-la em suas decisões. Foi-se o tempo em que ela ficava em casa apenas organizando os cômodos e cuidados dos filhos. Hoje, elas desejam fazer vários cursos, conquistar um diploma na faculdade, conhecer o mundo, dentre outros desejos. Portanto, é ideal ter alguém do lado para que ela acredite que vale a pena arriscar

#5 – Organize surpresas

dicas de relacionamento feliz

Quem não gosta de surpresas? As mulheres adoram. Buquês de flores, por exemplo, são mais indicados para as românticas. Porém, invista em um presente diferente.  Ao invés de escolher rosas vermelhas, opte por outra espécie de flor. O homem que arrisca em um relacionamento consegue apimentar a relação. Porém, se não acertar na surpresa, é melhor voltar para a opção que tem dado certo desde o começo do relacionamento.

Use a sua criatividade para criar presentes diferentes e únicos. A dica é investir em um jantar romântico ou ir a um show que ela sempre sonhou em assistir. Dessa forma, ela ficará bastante feliz, pois você proporcionou um momento inesquecível.

 #6 – Seja fiel

dicas de relacionamento fiel

Não é exagero dizer que a fidelidade é uma das dicas de relacionamento que todo homem deve conhecer e ter mais atenção, pois, se ela não existir, diálogos, elogios, apoio e presentes terão pouca importância.  A falta da fidelidade pode gerar brigas e discussões no relacionamento. Para evitar isso, procure respeitar a sua parceira. Faça ela perceber que é a única mulher que importa na sua vida. Dessa forma, ela ficará mais segura com a situação.

Tente mudar, sempre!

dicas de relacionamento saudável

Após a leitura deste artigo, foi possível perceber que, para o relacionamento ser saudável, não basta que somente a sua parceira tenha boas atitudes, mas você também. No entanto, é importante ressaltar que essas mudanças não vão acontecer da noite para o dia, mas tenha certeza que a sua mulher irá valorizar as suas tentativas e o mais importante: ficará muito feliz. Afinal, você já teve coragem para começar!

Gostou? Não concorda com as dicas de relacionamento que todo homem deve conhecer? Então compartilhe novas ideias com a gente no campo abaixo!

Deus os abençoe sempre,

Pastor MárioPassos

Só pode alcançar a vitória QUEM É FIRME naquilo que deseja!

url“Tu, Senhor, conservarás em perfeita paz aquele cujo propósito é firme; porque ele confia em ti” (Is 26.3).

 Às vezes me assusto com a falta de firmeza do povo de Deus. Fico perplexo com a inconstância de suas atitudes e com as repentinas mudanças em seu humor; causa-me apreensão a instabilidade de sua fé. Então me pergunto: o que está acontecendo? Até quando continuaremos a oscilar espiritual e emocionalmente, ouvindo de Deus que o nosso “amor é como a nuvem da manhã, e como o orvalho da madrugada, que cedo passa” (Os 4.4)?

Parece que estamos repetindo os mesmos erros do povo de Israel, que no deserto foi uma “geração obstinada e rebelde, geração de coração inconstante, e cujo espírito não foi fiel a Deus” (Sl 78.8). Naquela época, quando o Senhor “os fazia morrer, então o buscavam; arrependidos procuravam a Deus. Lembravam-se de que Deus era a sua rocha, e o Deus Altíssimo o seu redentor. Lisonjeavam-no, porém de boca, e com a língua lhe mentiam.

Porque o coração deles não era firme para com ele, nem foram fiéis à sua aliança” (vs. 34-37). Em compensação, neste mesmo período, dois homens adotaram uma postura diferente. Eles tinham os mesmos motivos para pecar e murmurar como todo o povo de Israel. Mas a atitude deles contrariou a da maioria (1Co 10.5). Por isso, Deus disse: “certamente, os varões que subiram do Egito, de vinte anos para cima, não verão a terra que prometi com juramento a Abraão, a Isaque e a Jacó, porquanto não perseveraram em seguir-me, exceto Calebe, filho de Jefoné, o quenezeu, e Josué, filho de Num, porque perseveraram em seguir ao SENHOR” (Nm 32.11,12).

Ou seja, por causa da perseverança, ambos puderam entrar na terra prometida! Futuramente, em decorrência desta postura, a terra de ”Hebrom passou a ser de Calebe”, como herança, “visto que perseverara em seguir o Senhor, Deus de Israel” (Js 14.14)
Hoje consigo entender melhor porque alguns filhos de Deus são bem sucedidos, e outros, não. Ao contrário do que muitos imaginam, não é a sorte nem o meio em que vivemos que definem o nosso futuro, mas a nossa atual firmeza de propósito e confiança em Deus. Ora, Salomão escreveu que “por mais que o preguiçoso deseje alguma coisa, ele não conseguirá, mas a pessoa esforçada consegue o que deseja” (Pv 13.4, NTLH).

Muitas pessoas ficam se lamentando pelo passado enquanto o presente e o futuro escapam de suas mãos. Conforme o profeta Isaías, o Senhor promete manter em perfeita paz aquele cujo propósito é firme! Quantas pessoas hoje são deficientes em suas vidas simplesmente porque não perseveram na vontade de Deus.

Arquitetam projetos, mas diante do primeiro desafio, abortam a sua execução; iniciam planos, mas vão desanimando no decorrer de sua concretização; começam a fazer coisas sem ir até o seu final, desperdiçando, assim, tempo e recursos. Depois, justificam: “não era da vontade de Deus!” Será mesmo?

No livro de Tiago, está registrado que “aquele que considera atentamente na lei perfeita, lei da liberdade, e nela persevera, não sendo ouvinte negligente, mas operoso praticante, esse será bem-aventurado no que realizar” (Tg 1.25). Que promessa! Se formos perseverantes na palavra de Deus, seremos bem-aventurados naquilo que realizarmos, não importando o que possa vir a ser. Ora, no livro de Provérbios encontramos que “a perseverança pode vencer qualquer dificuldade” (25.15, NTLH).
Se observarmos a vida do apóstolo Paulo, que para nós todos é um exemplo de liderança e sucesso – basta ver o que Deus fez em termos de evangelização e edificação da igreja somente através dele -, concluiremos que um ingrediente especial em sua carreira foi a firmeza de espírito.

Ele escreveu: “não desanimamos: pelo contrário, mesmo que o nosso homem exterior se corrompa, contudo o nosso homem interior se renova de dia em dia” (2Co 4.16). Além dele, Jesus, mais do que uma vez, disse aos seus discípulos que eles seriam odiados de todos: porém, quem “perseverar até ao fim, esse será salvo” (Mt 10.22 e 24.13). O escritor de Hebreus, por fim, também advertiu: “tendes necessidade de perseverança, para que havendo feito a vontade de Deus, alcanceis a promessa. Porque ainda dentro de pouco tempo aquele que vem virá, e não tardará; todavia, o meu justo viverá pela fé, e: se retroceder, nele não se compraz a minha alma. Nós, porém, não somos dos que retrocedem para a perdição; somos, entretanto, da fé, para a conservação da alma” (10.36-39).
A perseverança é necessária justamente quando tudo parece estar contra nós. Salomão ensinou: “não tenha o teu coração inveja dos pecadores; antes, no temor do Senhor perseverarás todo dia” (Pv 23.17). Já o salmista declarou, com toda a segurança, que o homem que teme ao Senhor “não se atemoriza de más notícias; o seu coração é firme, confiante no SENHOR. O seu coração, bem firmado, não teme, até ver cumprido, nos seus adversários, o seu desejo” (Sl 112.7,8). Se perseverarmos – ainda que isso leve um bom tempo -, é certo que a vitória chegará! Portanto, oremos como Davi: “ó Deus, cria em mim um coração puro e dá-me uma vontade nova e firme” (Sl 51.1, NTLH).

Deus os abençoe sempre,

Pastor MárioPassos.

OS INIMIGOS DA CRUZ

Inimigos da cruz
Um cristianismo sem cruz não é cristão. Jesus não evitou a cruz nem tentou amenizar o seu sofrimento.
Cristo enfrentou até o fim a dura crucificação. Como cristãos precisamos fazer como diz o hino “levarei
eu também minha cruz”.
Jesus disse que “se alguém quer vir após mim, a si mesmo se negue, tome a sua cruz e siga-me” (Mt 16.24).
Então para ser cristão é necessário crucificar-se com Cristo porque “os que são de Cristo Jesus
crucificaram a carne, com as suas paixões e concupiscências” (Gl 5.24). Todo e qualquer ensinamento
que nega este princípio não é cristão. Por isso Jesus repreendeu Satanás quando através de Pedro
intentou que Jesus não passasse pela cruz (Mc 8.33).
Quem são os inimigos da cruz?
Vamos aprender sobre algumas coisas que são opostas à doutrina da cruz:

1- Mundanismo: (Tiago 4.4) “Infiéis, não compreendeis que a amizade do mundo é inimiga de Deus?
Aquele, pois, que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus”.
A primeira coisa que nos faz evitar a cruz é o mundanismo. A amizade do mundo é estar na “roda dos
escarnecedores” (Sl 1.1), que são pessoas que gostam apenas de conversas que não edificam. Mas
quando deixamos as coisas do mundo, estamos sendo crucificados.
O mundo sempre vai te dizer para deixar a sua cruz achando-a pesada demais para carregar. Mas o
cristão deve deixar o mundo e seguir para a cruz. Mesmo sendo dolorosa é o único “Caminho” (Jo 14.6)
que leva a Deus.

2- Carnalidade: (Rm 8.7) “Por isso, o pendor da carne é inimizade contra Deus, pois não está sujeito à lei
de Deus, nem mesmo pode estar”.
A segunda coisa que traz inimizade com a cruz de Cristo é a carnalidade. Quando a pessoa vive apenas
para seus prazeres, não se dispõe a enfrentar as dificuldades, “portanto, os que estão na carne não
podem agradar a Deus” (Romanos 8.8). Mas a carne não nos conduz para coisas boas (Rm 8.6).
Quando resistimos às vontades da carne, estamos nos crucificando. Deus nos deu os frutos do Espírito
para superar qualquer obra da carne (Gl 5.19-23). Quando vivemos espiritualmente conseguimos vencer
as tentações.

3- Incredulidade: (Rm 11.28) “Quanto ao evangelho, são eles inimigos por vossa causa; quanto, porém,
à eleição, amados por causa dos patriarcas”.
Este texto está falando do povo de Israel (Rm 11.25-27) que não acreditava que Jesus era o Messias.
Os judeus não acreditaram em Jesus por isso o condenaram à morte de cruz. Um condenado à
crucificação não era considerado digno de crédito, mas pela fé sabemos que Jesus é o Filho de Deus que
tomou o nosso lugar naquela cruz. Então a cruz é o nosso, o seu e o meu lugar.
A falta de fé é outro inimigo da cruz. Somente pela fé podemos acreditar em alguém que morreu na cruz.
O inimigo de nossas almas que semeia a incredulidade nos corações (Mt 13.25). Por isso toda forma de
descrença na Palavra de Deus é uma inimizade à cruz. Somente pela fé podemos levar a nossa cruz.

4- Egoísmo: (II Timóteo 3.1-4) “Sabe, porém, isto: nos últimos dias, sobrevirão tempos difíceis, pois os
homens serão egoístas, avarentos, jactanciosos, arrogantes, blasfemadores, desobedientes aos pais,
ingratos, irreverentes, desafeiçoados, implacáveis, caluniadores, sem domínio de si, cruéis, inimigos do
bem, traidores, atrevidos, enfatuados, mais amigos dos prazeres que amigos de Deus”.
Outro inimigo da cruz é o egoísmo. Jesus disse que o maior mandamento é o amor a Deus e ao próximo
(Mc 12.30,31). O amor revela a presença e personalidade de Deus (I João 4.8). O que segurou Jesus
naquela cruz não foram os pregos e sim o Amor de Deus por nós. Jesus não morreu de dor, tétano,
hemorragia, ou qualquer outro motivo, pois Jesus morreu de tanto amor. No mundo de hoje é muito raro
encontrar pessoas que não sejam egoístas. O individualismo e a competição são ensinados às pessoas
como meta de realização. Uma pessoa egoísta não aceita perder para o outro. Quando abrimos mão de
algo para nosso próximo estamos crucificando nossa carne.

Leve você também a sua cruz!
Deus os abençoe sempre, Pr. MárioPassos.

Você sabia que para ser SALVO precisa Nascer de novo???

 Nicodemos, nome grego que significa “homem do povo”, muito frequente entre os judeus. Nicodemos pertencia aos principais do judaísmo. Era membro do Sinédrio, filiado ao partido dos fariseus. Possuía muita autoridade.

Jesus o chamou de mestre de Israel, certamente ele também era um doutor da lei.

Nicodemos sentiu muito interesse em conversar com Jesus, mas teve medo de que um encontro com o Mestre, o colocasse em risco, diante de seus nobres colegas fariseus. A inimizade dos fariseus contra Jesus crescia a cada dia.

Movido de prudência e temor, Nicodemos espera o cair da noite e vai ao encontro de Jesus. Conversas noturnas geralmente aconteciam no piso superior da casa. É bem provável que enquanto eles conversavam, o vento soprava.

Jesus recebe Nicodemos, sabendo que aquela alma haveria, futuramente, de superar sua fraqueza atual.

“Este foi ter de noite com Jesus, e disse-lhe: Rabi, bem sabemos que és Mestre, vindo de Deus; porque ninguém pode fazer estes sinais que tu fazes, se Deus não for com ele.” João 3:2

A fala de Nicodemos revela que sua compreensão da espiritualidade de Jesus, vinha acompanhada de pensamentos relativos a “causa e efeito”. Ou seja, o volume de milagres e sinais que Jesus realizava, só podia ter como causa primária, uma intervenção ou ação divina.

nicodemos, jesus e o novo nascimentoNicodemos, Jesus e o Novo Nascimento.

Nicodemos entende apenas com seu intelecto, seguindo uma lógica que ele pensa dominar, de que se há um efeito de grandes milagres, grandes obras realizadas por Jesus, isso era manifestação de uma causa que na concepção dele, só poderia vir de Deus.

E ele expressa seu pensamento à Jesus. O Mestre com muito amor, vê o quanto era incompleto o entendimento de Nicodemos a cerca do Reino de Deus. Jesus inicia suas palavras, na tentativa de elevar os pensamentos de Nicodemos ao nível espiritual.

“Jesus respondeu, e disse-lhe: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer de novo, não pode ver o Reino de Deus.” João 3:3

Começa aqui um diálogo notório, onde Jesus mostra a necessidade da interiorização do evangelho e da confiança em Deus, no novo nascimento. Jesus falava de um Deus que não era somente para ser “acreditado” por seus milagres. O mestre se referia à transformação do “ser” para que o Reino de Deus nele se manifestasse.

“Disse-lhe Nicodemos: Como pode um homem nascer, sendo velho? Pode, porventura, tornar a entrar no ventre de sua mãe, e nascer?” João 3:4

Era muito difícil para um judeu, fariseu principalmente, entender o sentido espiritual das palavras de Jesus. Por serem filhos do patriarca Abraão, eles julgavam-se já aperfeiçoados. Por apresentarem um aparente zelo pela lei de Moisés, acreditavam em uma pureza espiritual intrínseca da sua raça.

o novo nascimento de Jesus e nicodemos  Jesus e Nicodemos: O Novo Nascimento e o Reino de Deus

“Jesus respondeu: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no reino de Deus.” João 3:5

Nicodemos não conseguia ver que o reino de Deus não vinha de fora do corpo, mas o reino de Deus era e é algo interior, que deve estar no coração em primeiro lugar.

Jesus fala a Nicodemos, da necessidade do novo nascimento da água (do grego hudor) e do espírito (do grego pneuma). Aqui o mestre se refere ao simbolismo do batismo de João (que os fariseus não aceitavam), e da renovação pelo Espírito Santo. O batismo em água não era de todo desconhecido de Israel.

O batismo vinha já desde o exílio babilônico, porém professado aos prosélitos, cidadãos de outras nações que se convertiam ao judaísmo.

Nicodemos e os judeus porém, achavam que eles não tinham necessidade nenhuma de aceitar um ato que simbolizava o nascer de novo.

Mas Deus desde a criação do mundo, já simbolizava para o novo nascimento. Como está escrito que “no princípio o espírito de Deus se movia sobre a face das águas”, no Gênesis, na criação de tudo, no meio das águas. Agora novamente o batismo simboliza, pela água, a recriação do ser. O nascer de uma nova criatura.

Pois, assim como a terra estava, no princípio, em estado caótico, sem forma e vazia, e Deus a recriou, assim também, para o novo nascimento, é preciso se entregar nas mãos de Deus, humildemente sem forma, reconhecendo o nosso vazio, e ser por Ele Recriado, refeito.

E quando reconhecemos o nosso vazio espiritual, somos moldados segundo a forma divina, recebendo um novo modo de pensar, deixamos de lado os nossos conceitos e preconceitos humanos, abandonamos o mundo, os desejos carnais e nos entregamos a Jesus para sermos recriados do nada.

E toda religiosidade é removida, nascendo a fé genuína, que não depende de religião, mas que adora ao Pai em espírito e em verdade. É o Novo Nascimento.

“O que é nascido da carne é carne, e o que é nascido do Espírito é espírito. Não te maravilhes de te ter dito: Necessário vos é nascer de novo.” João 3:6-7

Nicodemos não entendeu as palavras de Jesus, pensando tratar-se de um segundo nascimento físico. Mas mesmo que se nascesse fisicamente de novo, continuaria sendo carne.

O novo nascimento ou regeneração, é o ato pelo qual Deus concede uma vida espiritual àqueles que confiam em Jesus Cristo. Sem esse nascimento espiritual, ninguém pode conhecer as coisas espirituais, nem entrar no Reino de Deus.

Jesus fala do Reino de Deus que leva o homem à prática das boas obras, pela transformação interior. Nicodemos, acostumado à prática de rituais externos da lei, tinha dificuldade de entender com o coração.

“O vento assopra onde quer, e ouves a sua voz, mas não sabes de onde vem, nem para onde vai; assim é todo aquele que é nascido do Espírito.” João 3:8

O Mestre mostra a Nicodemos, que é necessário confiar em Deus, ao invés de tê-lo apenas como um Deus para ser “acreditado” por suas ações.

Se no início do diálogo Nicodemos usou a palavra “sabemos”, para expressar a sua conclusão lógica a respeito de Deus, Jesus usa a expressão “não sabes” para indicar a necessidade de aceitar e confiar em Deus, mesmo sem saber ou compreender bem o seu propósito imediato.

Deus não quer que nós vivamos um evangelho de “causa e efeito”, como Nicodemos que reconhecia algo especial em Jesus, por causa do volume de suas obras. Deus quer que este nosso “EU”, seja desconstruído, como a terra no princípio, onde somente o Espírito de Deus se movia sobre as águas.

E que dessa desconstrução do “EU”, por obra do Espírito de Deus, pelas águas do Espírito Santo, nasça um novo ser, que ande segundo a vontade do Pai, sujeitando-se em tudo à sua palavra.

Nos dias atuais, muitos tem se enganado a respeito de Deus, também. Em uma religiosidade exagerada, presa a dogmas, liturgias e teologias, esquecem de que o evangelho não vem da aparência exterior.

Como Nicodemos, há muitos que se pensam ser detentores do saber a respeito do reino. Jesus nos avisa que o nosso ser e a nossa vida devem ser constantemente modificados. Devemos buscar o novo nascimento a todo o tempo.

“Portanto, não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus.” (Romanos 12)

Deus os abençoe, sempre,

Pr. MárioPassos

VOCÊ NÃO MORRERÁ ANTES DISSO…

cemiterio_thumb Abraão não morreu antes de ter Isaque. José não morreu antes de ser governador do Egito. Calebe não morreu antes de desfrutar da Terra Prometida. Jó não morreu antes de Deus lhe restituir tudo o que havia perdido. Neemias não morreu antes de ver os muros de Jerusalém reconstruídos. Ester não morreu antes de contemplar a vitória do seu povo sobre os inimigos. Nenhum dos heróis da fé morreu sem antes ver, com seus próprios olhos, o fruto da sua perseverança, e desfrutar dele.

E por que seria diferente conosco, ao manifestarmos a mesma fé  que eles manifestaram?

A Palavra de Deus nos alerta dizendo: “Não abandoneis, portanto, a vossa confiança; ela tem grande galardão. Com efeito, tendes necessidade de perseverança, para que, havendo feito a vontade de Deus, alcanceis a promessa.(Hb 10.35)

Estes heróis da fé conquistaram, sim venceram os seus maiores desafios, mas devemos atentar não apenas para suas conquistas, mas também para tudo o que enfrentaram antes delas acontecerem, desertos, desafios, lutas, situações que com toda certeza posso afirmar para você, chegaram a pensar que não iriam conseguir, mas mesmo assim não desistiram, PERSEVERARAM, com isso agradaram a Deus e ALCANÇARAM  a promessa.

Deus diz em Isaías 51.2: “Olhai para Abraão, vosso pai,… Ou seja, siga o seu exemplo de FÉ, CONFIANÇA e acima de tudo, PERSEVERANÇA de Abrão.

A Bíblia também  afirma que Deus julgará o justo e o perverso; pois há tempo para todo propósito e para toda obra. Eclesiastes 3.17. Ou seja, independentemente de qualquer coisa, Deus fará a diferença na vida daqueles que O servem, porque há tempo para isso, ainda que nos reste pouco tempo.

Deus é o mais interessado em que você conquiste a felicidade e a qualidade de vida através das bênçãos que tem buscado. Porque, conforme está escrito, Ele sabe que A sepultura não Te pode louvar, nem a morte glorificar-Te; não esperam em Tua fidelidade os que descem à cova. Os vivos, somente os vivos, esses Te louvam como hoje eu o faço; o Pai fará notória aos filhos a Tua fidelidade. Isaías 38.18-19.

O Altíssimo tem consciência de que você só pode glorificá-Lo em vida, e Ele não perderá a chance de salvar almas através do seu testemunho.

Você já esperou muito? Perdeu as contas de quantas vezes pensou em desistir? Lutou tanto para depois ter que lutar mais? Os anos estão se passando, e você não vê sequer um sinal de que sua vitória está próxima? Não se preocupe. Você não morrerá enquanto não vir e desfrutar do fruto da sua FÉ, CONFIANÇA E PERSEVERANÇA.

E, até mesmo depois da morte, você continuará desfrutando dele. Pois “Aquele que perseverar até o fim, será salvo” (Mt 24.13)

Deus os abençoe sempre,

Pr. MárioPassos.

“ESTÁ CAVANDO A SUA PRÓPRIA COVA”

 Sem título-1“Quem abre uma cova nela cairá; e a pedra rolará sobre quem a revolve.” (Provérbios 26.27)  É muito forte esta palavra, confesso que quando li estremeci, é exatamente o que pensamos quando vemos alguém tomando uma atitude errada ou fazendo algo que certamente irá lhe prejudicar, logo dizemos: “esse aí está CAVANDO A SUA PRÓPRIA COVA”.

Na verdade somos nós os principais responsáveis pelos nossos problemas. Muitos são os que procuram sempre um culpado, não aceitam jamais estarem errados, ou ainda assumir que tudo o que aconteceu foi pura e simplesmente de responsabilidade sua.

É mais fácil sempre ter alguém para culpar, cavar a sua própria cova e quando cai nela, culpar os outros. “É o fulano que não me entende”, “é o ciclano que não me ouve”, etc, etc…

Mas a verdade é uma só: “Tudo o que nós plantamos nós, e somente nós, podemos colher.” Entenda meu amigo(a) leitor,  a nossa vida é feita de escolhas, é você o único responsável pelos resultados obtidos até aqui, eles são consequências das escolhas que você fez!

Se você agora está vivendo uma vida totalmente errada aos olhos de Deus, praticando a injustiça, vivendo no pecado, adulterando roubando, se prostituindo, NINGUÉM, NEM DEUS PODERÁ IMPEDIR QUE VOCÊ COLHA OS FRUTOS AMARGOS DE TAIS ATITUDES!

É claro que se agora mesmo você se arrepender, abandonar esta vida de engano e ilusão, confessar os seus pecados, Deus irá lhe perdoar e transformar você em uma nova criatura. E sua vida será completamente transformada pelo poder de Deus. Então se você deseja ser livre agora de todo sofrimento, todo peso que existe sobre você repita estas palavras de todo coração: Senhor Jesus eu te peço agora me perdoe, me lava com teu sangue, me livra de todo pecado, apaga todas as minhas transgressões, escreve o meu nome no Livro da Vida, e que à partir de hoje, nunca mais eu seja vencido pelo pecado, mas possa vencê-lo em nome do Senhor Jesus eu determino a minha vitória e tomo posse de uma vida nova, AMÉM.

Vá em frente e não se deixe levar mais pela sua própria vontade, sirva a Deus e Ele fará em você algo extraordinário.

Deus os abençoe sempre,

Pr. MárioPassos.

Mulher desiste de se matar, mas é levada pela força do vento e morre

Mulher desiste de se matar, mas é levada pela força do vento e morre

Ela estava no topo de um edifício. Leia essa história e reflita

Do alto de um prédio de seis andares, uma jovem de 21 anos chamou atenção dos moradores da cidade de Fucheu, no leste da China, ao ameaçar se jogar, após uma discussão com o namorado. Segundo o jornal britânico The Sun, a jovem (foto ao lado) estava sentada no batente, com as pernas já para o lado de fora do edifício.

Testemunhas disseram que várias pessoas tentaram convencê-la a não se jogar. Até que finalmente ela desistiu. Porém, ao se levantar para longe da borda, uma rápida rajada de vento fez com que ela tropeçasse e caísse. Ela ainda gritou por socorro enquanto caía, mas a morte foi inevitável.

O triste exemplo dessa jovem mostra que o mal está sempre à espreita de uma oportunidade, de uma mínima chance para nos atacar, assim como diz a Bíblia: “Sede sóbrios; vigiai; porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar.” 1 Pedro 5.8

Objetivo do mal

A Palavra de Deus também compara o objetivo do mal com o de um ladrão: “O ladrão não vem senão a roubar, a matar, e a destruir” (João 10.10). O ladrão dificilmente desiste da sua vítima, principalmente se ela der uma brecha. É o mesmo que acontece no campo espiritual. Quando damos uma oportunidade ao mal, nem sempre conseguimos impedir os seus planos a tempo. A jovem já havia desistido de cometer uma loucura, mas o mal não.

“Você está indo trabalhar, o mal está ao derredor, prestando atenção nas suas atitudes. Você está sozinho em casa, na frente do computador, não tem ninguém lhe olhando, mas o mal está de olho em você. Tudo o que você faz não passa despercebido nem aos olhos de Deus nem aos olhos do mal.”

A presa mais fraca

Se você não estiver atento, sóbrio, poderá ser uma presa fácil aos olhos desse “leão”. No mundo selvagem, o “rei da selva” é um excelente estrategista, que vigia e estuda as suas futuras presas. O seu objetivo principal é identificar o ponto fraco de cada uma. Por exemplo, ao atacar uma manada de zebras, que pasta tranquilamente, o leão já sabe que os animais mais fortes estão no centro do grupo, enquanto os mais frágeis – velhos, doentes, filhotes – estão nas bordas.

Seja vigilante, não vacile com a sua fé. O diabo só quer uma oportunidade para lhe tragar.

Deus os abençoe sempre,

Pr. MárioPassos

3 sinais de que já estamos no Fim dos Tempos

 

nuvenssolmaodedeus13 sinais de que já estamos no Fim dos Tempos

Sinais de que o Fim dos Tempos já começou estão por toda parte, apesar de os incrédulos não admitirem. Uma série de acontecimentos ao redor do planeta não deixa dúvidas do que foi profetizado na Bíblia. São fatos em vários âmbitos, dos quais citaremos 3 aqui, para você pensar se realmente não faz sentido quando falam que a sua Salvação não deve ser deixada para depois e os primeiros passos devem ser dados agora mesmo.

São eles:

1.       Falsa unificação
O Senhor Jesus deseja claramente que a Sua Igreja seja unida num só corpo (João 17.21). No entanto, isso é interpretado de forma errada, numa fachada de ecumenismo. Toda hora novas religiões, carregadas de tradição, distorcem a Bíblia, pregando uma unidade entre todas as crenças, com aquela velha história de “não importa no que você acredita, desde que tenha fé nisso”.

O que o Senhor Jesus quis dizer é que sim, Sua Igreja deve ser unida, mas sob a certeza de que só por meio dEle a Salvação pode ser conseguida, com obediência plena e entrega verdadeira. Qualquer um que acredite em algo fora disso pode estar pondo em risco a própria Eternidade ao lado de Deus. Já faz mais de 2 mil anos que a mensagem verdadeira foi dada, mas ainda assim muitos caem em “religiões da moda” disfarçadas de igrejas genuínas.

2.       Apelo ao oculto
O chamado espiritualismo e o ocultismo têm crescido muito. Em vários países, vem sendo notado um estranho culto à “Santa Morte”, por exemplo, que mistura rituais de satanismo, feitiçaria e da igreja romana – e já é a seita que mais cresce no mundo. E esse é só um exemplo das muitas falsas crenças e falsos profetas, sobre o que a Bíblia já alerta há milênios (Apocalipse 16.13-14). Essa falsa fé não passa de uma armadilha para encantar os incautos e tirá-los do único caminho para a Salvação, direcionando-os diretamente ao inferno eterno.

3.       Mais e mais conflitos
Nunca aconteceram, em outras eras, tantos conflitos e guerras pelo planeta de uma só vez. Muitos deles dizem respeito a vários países ao mesmo tempo. Em pleno terceiro milênio, em que várias organizações existem para administrar negociações civilizadas e pacíficas, países invadem territórios vizinhos e muito sangue é derramado – é só ver a atual situação de lugares como a Síria e a Crimeia. O Estado Islâmico mata cruelmente pessoas ao olhos de todo o planeta em vídeos veiculados pela internet, além de realizar hediondos atentados nas mais importantes cidades dos países que combatem o grupo terrorista. O racismo, que não foi erradicado como muitos pensavam, causa conflitos que ganham as ruas numa onda de violência cada vez mais frequente.

Esses sinais estão aí para todos verem, além dos grandes desastres naturais seguidos que ninguém consegue ignorar, de tão violentos. Em Mateus 24.6,7, tudo isso é reunido.

E você? Ainda tem dúvidas de que o início das dores já é uma realidade, e não somente versos impressos em um livro?

Deus os abençoe sempre,

Pr. MárioPassos